02 Jun. 2022, 14h49

Visita a feiras industriais passa a ser rotina para professores do Sesi e Senai

Em Hannover, presidente da Fieg e dos Conselhos Regionais das instituições, Sandro Mabel, anuncia participação de 60 docentes à Fispal Tecnologia, em São Paulo

Em Hannover, na Alemanha, onde já havia antecipado a implantação de projeto piloto para geração de hidrogênio verde no Senai Goiás, o presidente da Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg) e dos Conselhos Regionais do Sesi e Senai, anunciou política estratégica em relação ao quadro de docentes das instituições da indústria. A partir de agora, todos os professores irão visitar, pelo menos uma vez ao ano, feiras no Brasil na área da indústria, a exemplo da Fispal Tecnologia – o maior evento de negócios do setor de alimentos, bebidas, proteínas e embalagens, de 21 a 24 de junho, em São Paulo –, além de outras mostras de informática e robótica voltadas para a indústria e metalmecânica.

No âmbito da medida, a primeira visita técnica, por sugestão do presidente do Sindicato das Indústrias de Alimentação no Estado de Goiás (Siaeg), Antônio Benedito dos Santos, que acompanhou grupo de professores em programação na Hannover Messe, será exatamente à Fispal, onde cerca de 60 professores do Sesi e Senai deverão participar. “Com isso, queremos fazer com que todos se encantem pela indústria e transmitam em suas aulas para nossos alunos a paixão de trabalhar na indústria. Assim, esperamos cada vez mais estarmos caminhando para termos alunos apaixonados por indústrias. Vamos em frente, pois cada vez mais iremos formar profissionais campeões para indústrias campeãs”, justificou Sandro Mabel.

Instituto Fraunhofer – Na programação paralela à Hannover Messe, parte da delegação goiana, incluindo lideranças empresariais e professores, visitou quinta-feira (02/06), em Berlim, o Instituto Fraunhofer-IPK, integrante de uma rede de 67 institutos de inovação que mantém parceria com o Senai visando ao intercâmbio de ações com os institutos da entidade no Brasil. Recepcionados pelo diretor do Instituto Fraunhofer, Marcelo Prim, o grupo foi liderado pelo vice-presidente da Fieg André Rocha, que destacou a importância da imersão realizada na reconhecida instituição alemã para Sesi e Senai buscarem cada vez mais elevar o patamar de sua atuação visando proporcionar às indústrias agregar valor e eficiência a seus produtos.

Sobre o Fraunhofer IPK – O Instituto Fraunhofer de Sistemas de Produção e Tecnologia de Design, em Berlim, oferece soluções de sistema, tecnologias individuais e serviços para produção digitalmente integrada. O instituto é parceiro da Rede Nacional de Institutos Senai de Inovação desde 2011, apoiando no planejamento, na implementação e no monitoramento e controle dessa iniciativa no Brasil.

Também participaram da visita técnica, incluindo workshops com pesquisadores brasileiros, visita aos centros de demonstração e transferência de tecnologia, os presidentes do Conselho Temático de Micro e Pequena Empresa (Compem-Fieg), Jaime Canedo, e do Siaeg, Antônio Benedito dos Santos, respectivamente, conselheiros do Senai e Sesi; Rolando Vargas, gerente de Tecnologia e Inovação do Senai Goiás, além dos professores Pedro Fagundes, do Senai Aparecida; Aliana Calaça, diretora do Sesi e Senai Catalão; Marcos Faleiros, também do Sesi e Senai Catalão; Lidianne Alvarenga, do Senai Anápolis; Rogério Pacheco (Senai Itumbiara), Ujeverson Tavares Sampaio, do Senai Fatesg. 

Escreva um comentário: