07 Oct. 2021, 12h51

IRLANDA - País pequeno, mas com grande impacto

Fieg promove webinar com embaixador da Irlanda, buscando ampliar oportunidades de negócios com a Ilha Esmeralda

O Conselho Temático de Comércio Exterior (CTComex) da Fieg e o Centro Internacional de Negócios (CIN) promoveram quinta-feira (07/10), em ambiente on-line, o quarto encontro da série de webinares Intercâmbio Comercial: Incrementando os Negócios Bilaterais. Nesta edição, empresários goianos conheceram oportunidades de negócios com a Irlanda, sobretudo produtos e soluções voltadas aos setores industriais que se destacam em Goiás. O encontro contou com a participação do embaixador Seán Hoy e apresentações da chefe do Escritório Comercial Enterprise Ireland, Melissa Feddis, e de representantes de indústrias irlandesas.

Presente na abertura do evento, o presidente da Fieg, Sandro Mabel, destacou os pontos fortes da economia irlandesa e o fato da ilha, mesmo durante a pandemia, manter o crescimento da economia, com incremento de 3,4% do Produto Interno Bruto (PIB) do País. "Isso evidencia o grande potencial econômico da Irlanda. Esperamos que esse webinar seja o primeiro passo para abrirmos oportunidades para que empresas de Goiás possam encontrar negócios bilaterais e exportar seus produtos para lá", afirmou Sandro Mabel.

O embaixador Seán Hoy destacou que o Brasil é o maior parceiro comercial da Irlanda na América do Sul e que as economias do país europeu e de Goiás possuem similaridades, como estruturado agronegócio e pujante indústria de transformação. A afirmação foi reiterada pela chefe do Escritório Comercial Enterprise Ireland, Melissa Feddis, que apresentou detalhes sobre o atual cenário socioeconômico da Irlanda e a transformação que a ilha tem experimentado nas últimas cinco décadas, fruto de estruturada política pública voltada ao fortalecimento da indústria, com foco em educação e inovação.

De acordo com Feddis, hoje a Irlanda tem uma das mais altas taxas de competitividade do ranking europeu, com expressivo investimento em centros de excelência tecnológica e em pesquisa, buscando desenvolver soluções para o setor produtivo. "Uma das vantagens de lidar com empresas irlandesas é o acesso que possuem a diferentes mercados. Isso faz com que entendam os desafios que as indústrias possuem em nível mundial, desenvolvendo soluções customizadas para o processo produtivo", avaliou.

Dentre as principais oportunidades, Feddis citou produtos nos setores de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC), como internet das coisas (IoT), telecom, fintechs e tecnologias digitais; Educação (intercâmbios universitários); Ciências da Vida, com foco em soluções nas áreas médica, farmacêutica, de diagnósticos e veterinária; e de Engenharia, com maquinário em geral e projetos. "A Irlanda é um país pequeno, mas com impacto grande", concluiu, ao falar sobre a contribuição que a ilha pode proporcionar às empresas brasileiras.

De olho nessa esteira de negócios com Goiás, os representantes comerciais das empresas irlandesas Crowley Carbon, Prodieco e Combilift apresentaram soluções desenvolvidas para a indústria no âmbito de energia, embalagens e armazenamento, respectivamente.

Com atuação estruturada no Brasil, a Crowley Carbon tem como carro-chefe sistema que permite visualizar, gerenciar e rastrear alterações de energia nas indústrias, integrando com soluções 4.0 e big data para otimização de custos e eficiência energética nos processos produtivos. A Prodieco é 100% voltada para o mercado farmacêutico, produzindo embalagens, ferramentas e alimentadores para Linhas de Blister, inclusive com desenvolvimento de produtos customizados para atender requisitos específicos da indústria. Já a Combilift produz máquinas de empilhamento e movimentação de contêineres e desenvolve soluções em armazenamento.

Mediador do encontro, o vice-presidente do CTComex, William O'Dwyer, destacou a performance da Irlanda em diferentes setores que impactam na indústria e contribuem com o desenvolvimento do setor. "Esse diálogo abre portas para ampliar as relações comerciais. Assim como a Irlanda, a economia de Goiás tem apresentado crescimento constante, estando entre os cinco estados que mais empregam no Brasil. Está feita a ponte entre Goiás e Irlanda. O desafio é deixá-la sempre ativa e vibrante", disse.

O webinar Intercâmbio Comercial: Incrementando os Negócios Bilaterais foi acompanhado pelo presidente do Sindicato das Indústrias da Alimentação no Estado de Goiás (Siaeg), Antônio Santos; pelo presidente da Associação Comercial, Industrial e Serviços de Goiás (Acieg), Rubens Fileti; e pelo representante da Secretaria de Indústria e Comércio de Goiás (SIC) Willian Rabelo.

Escreva um comentário: