19 Jun. 2020, 09h38

Indústria da construção perde Paulo Daher

Com forte atuação na indústria da construção em Goiás e no Tocantins, o engenheiro civil Paulo Tarso Daher faleceu, aos 77 anos, vítima de câncer, terça-feira (16). Ele estava internado no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.

Dono da Warre Engenharia, Paulo Daher é o responsável por obras importantes nos dois Estados, como Centro Cultural Oscar Niemeyer e Palácio Pedro Ludovico Teixeira (Centro Administrativo), em Goiânia; Palácio Araguaia, sede do Poder Executivo do Tocantins, a rodovia estadual que liga Palmas a Porto Nacional e outras obras civis e rodoviárias.

“Era uma pessoa alegre, sorriso fácil, muito antenado e crítico da vida política, deixa saudades”, afirma Eduardo Bilemjian Filho, presidente do Sindicato da Indústria da Construção no Estado de Goiás (Sinduscon-GO). “Nos conhecemos na década de 80, ele foi diretor da Santa Bárbara Engenharia, que entre outras obras construiu o Residencial Santa Marina, no Setor Sudoeste. Após desligar-se da empresa, montou a Warre Engenharia”, complementa

Paulo Daher lutava desde agosto do ano passado contra um câncer e se internou pela última vez há cerca de 20 dias. Mesmo doente não se afastou das atividades na empresa que mantinha com os filhos Paulo de Tarso Daher Filho, 50 anos, engenheiro eletrônico, e Ricardo Siqueira Daher, 49, e Rogério Siqueira Daher (44), engenheiros civis. Além dos filhos, ele deixa a esposa, Sônia Maria Siqueira Daher, de 74 anos.

“Eu conversei com ele anteontem e ele pediu para a gente seguir sempre de cabeça erguida, tocar a empresa mantendo sempre a hombridade”, disse Rogério, que estava em São Paulo. Em razão da pandemia, a família optou por cremar o corpo do engenheiro. (Com informações do Jornal do Tocantins)

Escreva um comentário: