17 Dec. 2020, 16h31

Governança e compliance

A Fieg, por meio do Centro Internacional de Negócios (CIN) e do Conselho Temático de Comércio Exterior (CTComex), promoveu quinta-feira (17/12) o webinar Compliance e Governança como Forma de Redução de Riscos no Brasil e no Mundo, com o sócio fundador da Szymonowicz Advogados, Luiz Carlos Szymonowicz. O encontro virtual, realizado pela plataforma Zoom Cloud Meetings, contou com abertura do presidente do CTComex, Emílio Bittar, e buscou desmistificar o conceito de compliance junto aos empresários, sobretudo os de pequeno porte.

Durante pouco mais de uma hora, o palestrante conversou com os participantes da live sobre a importância de se criar processos que garantam a transparência da gestão e tomadas de decisão mais rápidas, sobretudo considerando o cenário de um mercado cada vez mais competitivo. "O mundo mudou e não permite mais informalidade, amadorismo, exige profissionalismo e rapidez. Essas competências garantem competitividade na concorrência global", afirmou o consultor.

De acordo com Luiz Carlos Szymonowicz, o Brasil é um país de contencioso e o compliance auxilia todos os portes de empresa a se preparar, protegendo a gestão e governança. "É preciso desmistificar o conceito, muitas vezes não compreendido ou tido como caro, sobretudo para pequenos negócios", afirmou ao explicar que o compliance não se faz de uma vez só, sendo possível começar por áreas mais estratégicas para a empresa.

O palestrante afirmou ainda que trata-se de uma mudança cultural, que precisa do engajamento da alta direção dos negócios. "Só assim as boas práticas implantadas são capazes de contaminar todos que fazem parte da empresa, seja colaboradores, fornecedores ou prestadores de serviços".

Para o presidente do CTComex, Emílio Bittar, é fundamental que as empresas se preparem para essa mudança. "O compliance permite reduzir riscos e cria processos que profissionalizam a gestão empresarial. Isso garante longevidade ao negócio", ponderou o empresário.

O webinar, prestigiado pelo presidente do Sifaeg/Sifaçúcar, Marcelo Barbosa, foi acompanhado por cerca de 40 empresários.

Escreva um comentário: