20 Jul. 2020, 21h00

Fieg + Solidária ultrapassa marca de 100 instituições atendidas e doações chegam a 1 milhão de reais

A Fieg + Solidária, projeto de responsabilidade social da Federação das Indústrias do Estado de Goiás criado em dezembro de 2019 e que ganhou forte impulso em meio à pandemia do novo coronavírus, ultrapassou segunda-feira (20/07) a marca de 100 instituições filantrópicas atendidas com distribuição de alimentos e outros donativos, que totalizam o valor de aproximadamente R$ 1 milhão, segundo o presidente da entidade, Sandro Mabel.


Alimentos arrecadados pela Fieg + Solidária. Foto: Sílvio Simões

As doações, que se aproximam da meta inicial estabelecida de 100 toneladas, incluem produtos de primeira necessidade, como cestas básicas, leite longa-vida, cortes de carne de frango, itens de higiene pessoal, produtos de limpeza e máscaras de proteção. São beneficiadas milhares de famílias que passam por dificuldades em meio à crise em Goiânia e na Região Metropolitana, além dos municípios goianos de Alto Paraíso, Campinorte, Crixás e Mara Rosa.

“Hoje é um dia de muita alegria, alcançamos 102 instituições atendidas e mais de 80 toneladas de alimentos arrecadados, fruto da mobilização dos sindicatos das indústrias e empresários goianos. A nossa meta agora é chegar, em agosto, a 100 toneladas de alimentos arrecadados. É uma meta ousada, mas tenho certeza de que Deus vai tocar o coração das pessoas para que mais famílias sejam amparadas”, disse a presidente da Fieg + Solidária, a advogada Raquel Ribeiro, mulher do presidente da federação, Sandro Mabel, ao comandar mais um dia de distribuição.

P
Presidentes da Fieg + Solidária, Raquel Ribeiro, e da Casmim, Wilson Borges, comandam mais um dia de doações na Casa da Indústria

Além da presidente da Fieg + Solidária, a entrega de doações na segunda-feira reuniu na Casa da Indústria o presidente da Câmara Setorial de Mineração da Fieg (Casmin), Wilson Borges, e representantes da Associação Comunitária Raiz da Noroeste, Associação Cultural e Filantrópica Família de Deus, Pastoral Vicentinos Comunidade Nossa Senhora das Dores e Sindicato Intermunicipal dos Empregados no Comércio Hoteleiro do Estado de Goiás.

Escreva um comentário: