30 Nov. 2021, 10h40

Fieg + Solidária atende portadores de anemia falciforme

RESPONSABILIDADE SOCIAL

Chamada de anemia falciforme, a doença ocorre quando algumas pessoas não têm a hemoglobina A e, em seu lugar, produzem a hemoglobina S. De acordo com o Ministério da Saúde, a hemoglobina S não exerce a função de oxigenar o corpo de forma satisfatória, razão pela qual os portadores têm sempre uma anemia que não se corrige nem com alimentação nem com suplemento de ferro. O problema transforma as hemácias em forma de meia lua ou foice, em vez de redondas. Essas células “afoiçadas” têm muita dificuldade de passar pelas veias, que levam o sangue para os órgãos, ocasionando seu entupimento e muitas dores, principalmente nos ossos.

Nesta segunda-feira (29/11), a Fieg + Solidária, programa de responsabilidade social da Federação das Indústrias do Estado de Goiás voltou suas atenções para esse público-alvo e assistiu com donativos a Associação de Anemia Falciforme Karoliny Vitória, em dia de distribuição na Casa da Indústria, em Goiânia. Fundada em 2015, a instituição filantrópica se mantém por meio de doações e agora, em parceria com a Fieg + Solidária, soma forças para continuar o trabalho de assistência aos portadores da doença hereditária. Durante a distribuição de alimentos, o fundador da entidade, João Ivan, ressaltou a importância da contribuição ao projeto que alimenta dezenas de pessoas no Estado. “São mais de 5 mil pessoas com anemia falciforme em Goiás e essas doações ajudam a diminuir a fome de quem enfrenta esse problema e passa por situação de vulnerabilidade social. Quero agradecer de coração à Fieg + Solidária pela grande parceria”, disse.

Além da entidade, a Fieg + Solidária também fez doação de alimentos ao Dispensário André Luiz – Campanha de Fraternidade Auta de Souza, Igreja Católica Ortodoxa São Nicolau e Instituição Shalom.

 

A presidente da Fieg Jovem, Thaís Santos, que conduz as ações da Fieg + Solidária, traduziu o sentimento por mais um dia doações. “Cada distribuição que realizamos é uma vitória para nós. Essas ações sociais promovidas pela Fieg + Solidária são um ato de amor, de respeito e uma prova de que juntos podemos amenizar a dor do próximo”, ressaltou. Durante a distribuição, a empresária da Creme Mel Sorvetes reforçou a importância da contribuição das empresas goianas ao projeto. “São mais de 44 mil pessoas já assistidas pela Fieg + Solidária e a cada dia aumenta o número de famílias que necessitam de ajuda. Por isso, pedimos que mais empresas contribuam com esse projeto”, salientou.

 

Escreva um comentário: