15 Dec. 2021, 12h26

Fieg faz retrospectiva trabalhista em live com empresários e profissionais de RH

A Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg) promoveu, nesta quarta-feira (15/12), a live Retrospectiva Trabalhista e o RH da Empresa, com a advogada e assessora jurídica da Fieg Lorena Blanco e o gerente de Recursos Humanos do Sistema Fieg, Mateus Mariano Borges. O encontro on-line contou também com participação dos presidentes Jaime Canedo (Compem), Luiz Carlos Borges (Sindiareia) e Marcos André (Sindipão) e discutiu regulamentações importantes sobre Direito do Trabalho em 2021 e os reflexos no setor de recursos humanos das indústrias.

Na oportunidade, foram abordados temas polêmicos, como o novo Marco Regulatório Trabalhista Infralegal, afastamento das gestantes, conformidade com a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD), Covid-19 e doença ocupacional, exigência do Cartão Vacinação, trabalho remoto e alteração nos honorários sucumbenciais e perícia.

"A Fieg está à disposição para andar junto com empresários, sobretudo neste momento de retomada. Trouxemos ao debate assuntos que causam muitas dúvidas no empresariado e que foram alvo de consultas durante todo o ano", explicou a advogada Lorena Blanco.

Para o gerente de RH da Fieg, Mateus Mariano, é fundamental que o setor nas empresas atue com gestão mais estratégica e sistematizante, buscando minimizar o impacto nas recentes alterações na legislação. "A Convenção Coletiva é um instrumento importantíssimo na regulação da relação de trabalho entre empregado e empregador. Além disso, é preciso estar atento a questões específicas, como o afastamento da gestante neste momento de pandemia, que deve ser cumprido, já que a lei é clara quanto a isso. No caso da LGPD, o RH é protagonista na empresa nesse processo de implantação, tanto na capacitação dos colaboradores quanto no tratamento dos dados", ressaltou.

A íntegra da live está disponível no canal Youtube do Sistema Fieg: https://youtu.be/7VpKulWpSCY

O encontro on-line foi acompanhado por gestores sindicais e mais de 50 profissionais que atuam na área de RH de empresas goianas.

Escreva um comentário: