01 Jun. 2021, 12h15

Fieg busca ampliar vacinação de trabalhadores da indústria contra Covid-19

Experiência de Aparecida de Goiânia, que iniciou imunização na semana passada, e de outros Estados é levada pela federação a prefeituras goianas como exemplo a ser seguido contra a pandemia

Depois de Aparecida de Goiânia dar a largada, na semana passada, à imunização contra Covid-19 de trabalhadores da indústria, outras cidades goianas se mobilizam no mesmo sentido visando à retomada das atividades econômicas e superação da crise causada pela pandemia. Engajada desde o início no enfrentamento da doença e depois de garantir a condição de essencialidade da maioria de suas cadeias produtivas, a Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg) vem defendendo insistentemente a aceleração da vacinação como forma mais eficaz de diminuir a contaminação, salvar vidas e retomar os negócios em sua plenitude. 

“É um dia histórico para a indústria goiana, uma conquista, que deve servir de exemplo”, disse o presidente da Fieg, Sandro Mabel, ao comentar o início da vacinação de trabalhadores da indústria em Aparecida de Goiânia, segunda maior cidade do Estado e uma das mais adiantadas em vacinação. De acordo com levantamento do setor de economia da Fieg, o polo possui 1.878 estabelecimentos industriais, dos quais 1.250 da indústria de transformação (indústria metalúrgica, têxtil, alimentos e bebidas), 623 da construção civil, 5 da extrativa mineral, somando 29.525 funcionários.

Setor sucroalcooleiro 
Vice-presidente da Fieg e presidente executivo dos Sindicatos das Indústrias de Fabricação de Etanol e Açúcar (Sifaeg/Sifaçúcar), André Rocha quer estender o exemplo de Aparecida aos demais municípios goianos, ao realizar “corpo a corpo” com os prefeitos, sobretudo nas regiões que sediam indústrias do setor sucroalcooleiro, visando à ampliação da vacinação em Goiás. Ele cita vários Estados que já estão imunizando trabalhadores da indústria, a exemplo de Alagoas, Mato Grosso do Sul, Sergipe, do Ceará e Maranhão. 

Em Itumbiara, no Sul Goiano, a prefeitura estendeu a imunização para professores e trabalhadores da educação da rede particular de ensino. Segunda-feira (31/05) foi dia de vacinação para colaboradores das unidades do Sesi e Senai da cidade, beneficiando com a primeira dose 102 pessoas, entre professores, instrutores, técnicos, pessoal de limpeza, portaria, vigilância, cantina e administrativo. 

Escreva um comentário: