19 Nov. 2021, 12h47

FIEG: Análise e Tendências - Ano 1, Número 3

Publicação da Coordenação Técnica da Fieg-Cotec

ECONOMIA

Setor produtivo aguarda prorrogação da desoneração da folha de pagamento
A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC) da Câmara dos Deputados aprovou o projeto de lei que prorroga até 31 de dezembro de 2023 a desoneração da folha de pagamento para 17 setores da economia que mais empregam no País. A medida permite a manutenção de empregos, proporcionando fôlego para empresas que empregam muito. (Leia mais)


INDICADORES

Expectativa é de ampliação do número de postos de trabalhos no Estado
Nesta semana, será divulgado dados de outubro do Caged – Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, segundo cronograma de divulgações do Ministério do Trabalho (26/11/2021). A expectativa é de crescimento no número de contratações ou de geração de novos postos de trabalho para o período. (Leia mais)


PEQUENOS NEGÓCIOS

Pequenos negócios retomam atividades e faturamento
De acordo com pesquisa realizada pelo Sebrae, em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV), entre final de agosto e início de setembro, 85% dos empreendimentos brasileiros voltaram a funcionar. Desde abril de 2020, quando iniciou a pesquisa, foi detectado o menor percentual de empresas que continuam fechadas temporariamente (9%). (Leia mais)

Pequenas indústrias devem investir em sustentabilidade
Pesquisa realizada pela CNI, em parceria com o Instituto FSB, mostrou que as indústrias de pequeno porte devem aumentar os investimentos em sustentabilidade numa estratégia de transição para economia de baixo carbono. Em alguns quesitos, as indústrias de pequeno porte se mostram avançadas, como por exemplo, ações para evitar desperdício de água e energia são adotadas por 90% dessas empresas. (Leia mais)


TRIBUTOS

Proposta de nova política de preços para Petrobras
O PL 1472/2021, de autoria do Senado, em análise na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), propõe a alteração da política de preços da Petrobras, defendendo que os preços reflitam os custos internos de produção, e prevê a criação de imposto de exportação para o petróleo bruto, em conjunto com um Fundo de Estabilização dos Preços. O alinhamento dos preços da Petrobras ao mercado internacional mostra que foi um erro a utilização do Preço de Paridade das Importações (PPI) sem planejamento que garantisse amortecimento, caso fosse necessário. (Leia mais)


INFRAESTRUTURA

Programa de Estímulo à Cabotagem - BR do Mar
Com votação prevista para essa semana no Senado Federal, o PL 4.199/2020 institui o Programa de Estímulo ao Transporte por Cabotagem - BR do Mar, com objetivo de aumentar a oferta da cabotagem, incentivar a concorrência, criar novas rotas e reduzir custos. Na avaliação do setor produtivo, a matéria traz grandes benefícios ao Brasil. Para a Confederação Nacional da Indústria (CNI), a aprovação do projeto trará melhor equilíbrio da matriz de transporte brasileira, com maior utilização da navegação de cabotagem. (Leia mais)

Eficiência energética receberá aporte de R$ 40 milhões do Procel
O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) usará R$ 40 milhões do Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica (Procel) para criar o Programa de Garantias a Crédito para Eficiência Energética (FGEnergia). O objetivo promover ações voltadas ao aumento da eficiência no uso da energia e ao incentivo à adoção de hábitos mais conscientes de consumo de energia elétrica. (Leia mais)


AGRONEGÓCIO

Escassez de fertilizantes e indústria de insumos agrícolas
Mais de 80% dos fertilizantes utilizados na atividade agrícola brasileira são importados e, de acordo com os dados do ComexStat, os principais fornecedores desses produtos ao Brasil são: Rússia, Canadá e China. A escassez do insumo é algo que já causa preocupação em relação à próxima safra devido aos custos de produção, com tendêcia dos preços subirem com a redução na oferta. Tal situação aponta dependência do Brasil em relação ao insumos e a necessidade de uma política voltada ao incentivo da produção de fertilizantes internamente. (Leia mais)


ACESSO AO CRÉDITO

Crédito facilitado a pequenas empresas
Nessa semana, o artigo do NAC – Núcleo de Acesso ao Crédito (CNI) traz informações sobre o Sistema Nacional de Garantias. Em agosto de 2021, o Governo Federal regulamentou o assunto, com o objetivo de facilitar o acesso ao crédito para as MPEs (micro e pequenas empresas), estimulando a economia. O artigo explica o que é o Sistema Nacional de Garantias, como funciona e quais as vantagens. (Leia mais)

BNDES financia energia de baixo carbono
Com o objetivo de financiar a aquisição e comercialização de sistemas de geração de energia solar e eólica, aquecedores solares, ônibus e caminhões elétricos, híbridos e movidos exclusivamente a biocombustíveis e demais máquinas e equipamentos com maiores índices de eficiência energética ou que contribuam para a redução da emissão de gases de efeito estufa, existe a linha BNDES Finame – Baixo Carbono. A linha é operada por intermédio de uma instituição financeira credenciada, sendo que Bradesco, Itaú, Santander e Banco Volkswagen já aprovaram operações nessa linha. (Leia mais)


RELAÇÕES DO TRABALHO

Decreto compila e simplifica mais de mil normas trabalhistas
O Governo Federal, por meio do Decreto n° 10.854/2021, de 11 de novembro de 2021, simplificou e compilou mais de mil decretos, portarias e instruções normativas trabalhistas que foram reunidos em apenas 15 normas. O decreto instituiu ainda o Programa Permanente de Consolidação, Simplificação e Desburocratização de Normas Trabalhistas Infralegais, que fará o monitoramento dos atos normativos a cada dois anos, de forma que permaneçam consolidados e simplificados. (Leia mais)


MEIO AMBIENTE

Acordos alcançados em Glasgow
A Conferência das Partes (COP26) terminou com importantes acordos para as mudanças climáticas, entre os mais de 190 países que participaram do evento. Entre os principais avanços, está o acordo bilateral entre Estados Unidos e China para reduzir emissões. A Confederação Nacional da Indústria (CNI), que acompanhou todo o evento, considera positivos os compromissos assumidos pelo Brasil na COP26. Saiba quais foram esses compromissos e porque são importantes para o País. (Leia mais)

 

 

Escreva um comentário: