10 Aug. 2020, 14h23

Exportações goianas têm melhor julho das últimas duas décadas

Saldo da balança comercial também foi recorde, com incremento de 66,2% em relação ao ano passado. Resultado é o melhor desde 1997

O Centro Internacional de Negócios (CIN) da Fieg divulgou relatório analítico com dados positivos da balança comercial goiana em julho/2020. Com incremento de 66,2% em relação a igual período do ano passado, o resultado foi o melhor nos últimos 23 anos, com US$ 537,2 milhões de superávit.

As exportações goianas aumentaram 19,7%, na comparação com julho/2019, fechando o mês com valor negociado de US$ 799,2 milhões. Mais uma vez, soja in natura e carnes desossadas lideraram o ranking de produtos exportados. A China foi principal destino de todos os produtos vendidos por Goiás, com participação de 47,41%.

Já as importações goianas caíram 23,9% em relação a julho/2019. Na liderança, estão produtos químicos e imunológicos, além de medicamentos, ainda como impacto da pandemia do coronavírus. No total, foram importados US$ 262 milhões em produtos para o Estado, sobretudo da China (16,43%), dos Estados Unidos (15,29%) e da Suíça (10,84%).

Com os resultados, Goiás ficou na 8ª posição do ranking nacional de Estados exportadores e na 9ª posição de Estados importadores. Veja, aqui, íntegra do relatório analítico do CIN/Fieg.

Escreva um comentário: