19 Nov. 2020, 12h35

Empresários goianos mantêm confiança em alta

ICEI Goiás registra 61,6 pontos em novembro, indicando que setor industrial segue confiante na retomada da atividade produtiva

A Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg) divulgou, nesta semana, números atualizados do Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI). Após alta crescente nos últimos cinco meses, após o indicador recuar ao mais baixo nível da série histórica nos meses de abril e maio, o ICEI manteve-se estável em novembro, com pequena variação negativa de 0,55 pontos em relação ao mês anterior, fechando em 61,6 pontos.

Mesmo com a pequena retração, o índice segue em nível elevado de confiança, acima dos 60 pontos e apenas 1,3 pontos abaixo do apurado nacionalmente. De acordo com o assessor econômico da Fieg Cláudio Henrique Oliveira, o resultado remete ao mesmo nível de antes da pandemia de Covid-19.

"Essa boa performance sinaliza para uma retomada segura e com avanços ainda neste ano e indica ambiente favorável à realização de investimentos no próximo ano", avalia.

Em novembro, o Indicador de Expectativas chegou a 63,5 pontos, com destaque para as empresas de grande porte, que atingiram 65 pontos. O resultado indica que a confiança nos próximos seis meses está ainda mais disseminada.

O Indicador de Condições, que avalia a atual conjuntura de negócios, permanece apresentando resultados favoráveis, acima dos 50 pontos. O índice fechou em 57,7 pontos em novembro, registrando expansão de 1,3 ponto em relação a outubro. O resultado expressa a percepção que os empresários têm do atual momento em relação aos últimos seis meses.

"É visível que todos os setores estão confiantes. Acreditamos numa consolidação desse crescimento já para o fim de ano, com elevação das compras natalinas", destaca o economista Cláudio Henrique.

Veja aqui íntegra do relatório técnico do ICEI Goiás - Novembro/2020.

Escreva um comentário: